Links de Acesso

Senado americano "repreende" Arábia Saudita


Senador Bernie Sanders, fala sobre as resoluções

Uma resolução diz que o príncipe é responsável pela morte do jornalista Jamal Khashoggi e outra defende fim do apoio militar na guerra no Iémen

O Senado dos Estados Unidos aprovou por unanimidade na quinta-feira,13, uma resolução na qual afirma que o príncipe herdeiro saudita Mohammed bin Salman é responsável pelo homicídio do jornalista Jamal Khashoggi.

Noutra resolução, os senadores votaram em 56 x 41 para encerrar o apoio militar dos Estados Unidos para a campanha liderada pela Arábia Saudita no Iémen.

Os votos foram simbólicos.

Para se tornarem leis, as resoluções precisam ser aprovadas na Câmara dos Deputados, onde os líderes republicanos já avisaram que bloquearão qualquer legislação destinada a repreender os sauditas.

Foi a primeira vez que uma câmara do Congresso apoiou uma moção para retirar forças norte-americanas de um compromisso militar estrangeiro sob o Acto das Potências de Guerra.

O Acto, aprovado em 1973 durante a Guerra do Vietname, limita as capacidades do Presidente em comprometer forças militares a potenciais hostilidades sem aprovação do Congresso.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG