Links de Acesso

Seis homens armados roubam e queimam centro de saúde em Sofala


Imagem de arquivo: Hospital Rural de Nhamatanda, Sofala, Moçambique

Um grupo armado saqueou medicamentos e depois incendiou na quarta-feira, 10, as instalações do posto de saúde da localidade de Chiedeia, distrito de Nhamatanda, na província moçambicana de Sofala, disseram à VOA nesta quinta-feira 11 testemunhas e autoridades.

Seis homens armados roubam e queimam centro de saúde em Sofala
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:48 0:00

O grupo de seis homens armados, que chegou ao posto de saúde durante as consultas hospitalares, além de levar medicamentos, roubou dinheiro e telemóveis dos pacientes e profissionais.

“Eles chegaram e juntaram todos na sala de consultas e perguntaram onde ficam os medicamentos, então entraram e levaram tudo, depois tiraram as pessoas do interior e lançaram fogo”, conta Gustava Maienda, que presenciou o incidente.

As casas dos técnicos de saúde foram também vandalizadas.

Relatos dos moradores locais indicam que após o incidente a aldeia entrou em pânico e alguns moradores foram forçados a pernoitar nas matas, por temer a evolução do ataque, contras as palhotas da aldeia.

Em declarações à VOA, o administrador de Nhamatanda, Tome José, disse sem detalhes que as Forças de Defesa e Segurança foram enviadas para o terreno para avaliar o ataque.

Até agora ninguém reivindicou o ataque.

Em janeiro passado, quatro pessoas morreram, incluindo uma mulher que estava em consulta, no centro de saúde de Macorococho, próximo à zona do novo ataque, após um grupo armado ter “metralhado” as instalações e vandalizado as residências do pessoal técnico.

As autoridades atribuíram o ataque, na ocasião, à auto-proclamada Junta Militar da Renamo, um grupo de dissidentes do maior partido da oposição que mantém guerrilheiros entrincheirados na região.

Desde Agosto de 2019, a região centro de Moçambique voltou a ser assolado por ataques armados, que já provocaram pelo menos 23 mortos segundo dados da imprensa e das autoridades.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG