Links de Acesso

Segurança americana triplica registos de telefonemas e mensagens-texto


Entrada da Agência Nacional de Segurança

Agência Nacional de Segurança publica relatório com dados surpreedentes

A Agência Nacional de Segurança dos Estados Unidos (NSA) recolheu mais de 534 milhões registos de telefonemas e mensagens -texto de cidadãos americanos o ano passado, revelou a organização num relatório acabado de publicar.

Os registos incluem os números de telefones e a hora da chamada ou texto mas não o conteúdo das comunicações. Para escuta ou monitorização das comunicações as agencias de espionagem precisam de de um mandato judicial

O número divulgado triplica os registos efectuados no ano anterior, 2016.

Não foram dadas razões para a subida que está a provocar preocupação entre organizações da sociedade civil americana.

Robyn Greene do Instituto de Tecnologia Aberta disse que “a transparência da comunidade de inteligência tem ainda que se estender à explicação dos aumentos dramáticos na sua angariação”.

Um porta voz disse que as autoridades “não alteraram o modo como usam a sua autorização para obter registos detalhados de dados de telecomunicações de quando e com quem foram efectuados contactos”.

O relatório revelou ainda que houve um aumento no número de estrangeiros fora dos Estados Unidos que foram alvo de atenção por parte da NSA cuja missão é a de monitorização de comunicações através do mundo.

Em 2017 129.000 estrangeiros foram alvo de monitorização por parte da NSA um aumento de 45% nos últimos cinco anos.

A NSA não precisa de mandato judicial para monitorizar chamadas ou texto feitos por cidadãos estrangeiros fora dos Estados Unidos

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG