Links de Acesso

Saif al-Islam Muammar Kadhafi, filho de antigo líder líbio, apresenta candidatura às Presidenciais


Seif al-Islam, em entrevista à Reuters, Nice, França, 30 de Julho de t 2007.

Comissão Eleitoral confirma candidatura às eleições de 24 de Dezembro, apesar da existência de um mandado internacional contra o filho de Muammar Kadhafi

O filho do antigo líder líbio, Muammar Kadhafi, Saif al-Islam, entregou neste domingo, 14, a sua candidatura às Presidenciais de 24 de Dezembro, apesar de ter um mandado de prisão do Tribunal Penal Internacional (TPI) contra ele.

A Alta Comissão Eleitoral (HNEX, nas siglas em inglês), na sua página de Facebook, revelou que “o candidato Saif al-Islam Muammar Kadhafi fez a sua candidatura à Presidência do Estado líbio" e acrescentou que ele "submeteu os documentos na delegação da HNEX em Sebha, completando assim todas as condições jurídicas requeridas pela lei número 1 relativa à eleição do chefe de Estado, adoptada pelo parlamento".

Com 49 anos, Saif al-Islam vai desafiar muita oposição contra a eventualidade da continuidade da “dinastia Kadhafi”, segundo observadores.

Capturado em Novembro de 2011 por um grupo armado em Zenten, no noroeste da Líbia, ele foi condenado à morte em 2015, após um julgamento rápido.

No entanto, o grupo recusou-se a entregá-lo às autoridades ou ao Tribunal Penal Internacional (TPI), que o procura desde 2011 sob a acusação de "crimes contra a humanidade".

Ele viria a ser libertado em 2017 e despareceu.

Após a divulgação da notícia hoje, Fadi Abdallah, porta-voz do canal Libya Ahrar, disse que “a situação de Seif al-Islam Gaddafi no TPI não mudou.

A eleição presidencial - a primeira na história do país - e as eleições legislativas permanecem, no entanto, muito incertas num cenário de novas tensões entre os grupos rivais, instalados no Ocidente e no Oriente, à medida que a data se aproxima.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG