Links de Acesso

Sérgio Moro vai ser o ministro da Justiça do Brasil


Sérgio Moro deixa a magistratura para assumir cargo político

Responsável da Lava Jato, juiz federal aceita convite de Jair Bolsonaro

O juiz federal brasileiro Sérgio Moro aceitou o convite do Presidente eleito Jair Bolsonaro para assumir o Ministério da Justiça a partir de 1 de Janeiro, disse nesta quinta-feira, 1, o próprio magistrado em nota em que disse ter ficado "honrado" com o convite.

Principal responsável pela operação Lava Jato, Moro reuniu-se nesta manhã com Bolsonaro no Rio de Janeiro para discutir o convite, mas à saída não falou com a imprensa.

Moro disse ser com "certo pesar" que vai deixar a carreira de 22 anos como juiz.

A caminho do Rio de Janeiro, o juiz falou com jornalistas dando a entender que pretendia aceitar o cargo.

“Entendo que o país precisa de uma agenda anticorrupção e uma agenda anticrime organizado. Se houver a possibilidade de implementação dessa agenda e convergência de ideias, como isso pode ser feito, há uma possibilidade. Mas, como disse, é tudo muito prematuro”, afirmou Sérgio Moro.

Fontes da Reuters indicaram que quando saiu de Curitiba, no Estado do Paraná, ele já tinha informado a colegas e superiores que pretendia aceitar o coinvite.

Ele esperava apenas a garantia formal do próprio Presidente eleito com as condições pedidas por ele: o compromisso do Governo com a aprovação das 10 medidas contra a corrupção preparadas pelo Ministério Público e a ampliação dos poderes do Ministério da Justiça.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG