Links de Acesso

São Tomé e Príncipe: Suspensas aulas para conter a Covid-19


Liceu Nacional, São Tomé e Príncipe

O governo São-tomense decidiu suspender a partir desta segunda feira,1, até o próximo dia 16 as aulas em todos os níveis de ensino, uma das novas medidas para conter o aumento exponencial de casos de Covid-19.

Entre Abirl e final de Dezembro de 2020, São Tomé e Príncipe acumulou cerca de mil casos de Ciovid-19, e 17 óbitos provocados pela doença. Mas, entre Janeiro e Fevereiro deste ano foram registados mcerca de 800 novos casos, e o total de vítimas mortais subiu para 28.

São Tomé e Príncipe: Suspensas aulas para conter a Covid-19
please wait

No media source currently available

0:00 0:03:03 0:00

Analistas e especialistas em saúde dizem que os números são preocupantes e criticam a forma como as autoridades estão a gerir a pandemia.

“Não entendo o estado de calamidade que estamos sempre a renovar. As pessoas não cumprem as medidas e o Governo não reage”, lamenta Óscar Baía.

Por seu lado, a médica Ana Maria Costa afirma que por questões políticas estão a ser desprezados os poucos especialistas que existem no país.

“Não se pode tratar uma pandemia pondo de lado as pessoas que mais entendem dela. Até hoje, continuamos a não ter noção sobre a dimensão da pandemia em São Tomé e Príncipe”, diz Ana Maria.

Perante as críticas sobre o tratamento aos doentes de covid-19 e falta de condições nos hospitais, o primeiro-ministro, Jorge Bom Jesus, visitou o hospital de campanha e o centro hospitalar Dr. Ayres de Menezes.

“Há vários constrangimentos ligados ao problema da falta de oxigênio e carência de água. Temos que melhorar a gestão da pandemia”, disse o

chefe do Governo.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG