Links de Acesso

São Tomé e Príncipe quer montar centrais de energia solar


São Tomé e Príncipe

O Governo São-tomense pretende investir em centrais de energia solar para reduzir a dependência de diesel na produção de energia eléctrica, anunciou o ministro das Obras Públicas, Osvaldo Abreu.

A decisão surge quando a Empresa Nacional de Combustíveis e Óleo (ENCO) reduz, a partir deste mês, em 50 por cento o fornecimento de combustível devido à acumulação de dívidas da Empresa de Água e Electricidade (EMAE).

São Tomé e Príncipe quer montar centrais de energia solar
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:53 0:00

“Neste momento já temos em São Tomé painéis solares que foram importados com o apoio dos nossos parceiros para a instalação de uma central de 1,5 megawatts”, disse Abreu acreditando que nos próximos tempos serão instaladas várias centrais de energia solar em São Tomé e Príncipe.

Preço de combustível

Entretanto o governante São-tomense não afasta a hipótese de subida do preço do combustível no arquipélago, agora com a agravante do aumento do preço do barril no mercado internacional.

“A nossa população deve compreender que São Tomé e Príncipe não sendo produtor do petróleo, não podemos comprar caro para vender barato”, avisou o ministro.

Tal aumento, reconheceu Abreu, poderá agravar o custo de vida da população, num país onde mais de 90 dos trabalhadores da função publica recebe menos de 50 dólares por mês.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG