Links de Acesso

São Tomé e Príncipe: Empresa de água agrava a dívida pública, considera FMI


Dobra, moeda de São Tomé e Príncipe

A empresa de água e eletricidade (Emae) é a que mais tem contribuído para aumentar a dívida pública de São Tomé e Príncipe, diz o Fundo Monetário Internacional (FMI).

Perante o cenário, o FMI recomenda melhor gestão da empresa e lança um desafio à população no sentido de poupar energia e denunciar as fraudes na rede de distribuição.

Por outro lado, o FMI disse que “o último semestre foi desastroso” para a economia de São Tomé e Príncipe.

“Não houve investimentos no país e a dívida pública aumentou”, concluiu a chefe da missão do FMI à São Tomé e Príncipe, Xiang-li.

“O crescimento da economia de São Tomé e Príncipe está dependente dos donativos e empréstimos de parceiros externos, e nos últimos meses o país estava bloqueado, porque não tinha acordo com o FMI,” justificou o ministro das Finanças, Osvaldo Vaz.

Acompanhe:

São Tomé e Príncipe: Empresa de água agrava a dívida pública, considera FMI
please wait

No media source currently available

0:00 0:01:59 0:00

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG