Links de Acesso

Residentes de Nampula questionam eficácia de novas obras públicas


Nampula

Alguns populares ouvidos pela VOA questionam os métodos de aplicação dos financiamentos alocados ao país.

Em Nampula, no norte de Moçambique, a população está preocupada com a qualidade dos empreendimentos inaugurados na semana passada, pelo presidente, Armando Guebuza e questionam os métodos de aplicação dos financiamentos concedidos ao governo moçambicano.
please wait

No media source currently available

0:00 0:03:40 0:00
Faça o Download

Entre esses empreendimentos estão o novo sistema de abastecimento de água à cidade de Nampula, da barragem de Nacala e da estrada que liga a províncias central da Zambézia e de Nampula, no norte, num troço de mais de 100 quilómetros, financiados pelo Governo dos Estados Unidos da América.

Na cidade de Nampula, o novo sistema de abastecimento de água, concebido para mais de 500 mil habitantes e que deveria duplicar a sua capacidade de distribuição de 20 mil para 40 mil metros cúbicos, continua com certas restrições, havendo bairros onde a população sente-se obrigada a percorrer distâncias para obter 20 litros de água.

Em Nacala-porto, a falta de água constitui o maior problema para os mais de 250 mil habitantes daquela cidade, apesar de o Presidente da República Armando Guebuza ter afirmado que o problema estava resolvido com a inauguração da barragem que dista 35 quilómetros daquela cidade.

Alguns populares ouvidos pela VOA em Nampula questionam os métodos de aplicação dos financiamentos alocados ao país.

Importa referir que o Governo americano, através do programa Millennium Challenge Corporation (MCC) disponibilizou 506,9 milhões de dólares, dos quais 447 milhões foram utilizados pelo Governo para investimentos direccionados a quatro sectores, nomeadamente acesso e posse segura da terra, abastecimento de água e saneamento, estradas e agricultura .

Todo esse investimento devia beneficiar mais de três milhões de moçambicanos nas províncias nortenhas de Cabo Delgado, Niassa, Nampula e Zambézia.

Além disso, mais de um milhão de moçambicanos vão beneficiar desses investimentos no sector de terras em todo o país.

Um dos aspectos importantes do financiamento do programa americano é o facto de o país beneficiário não ter que reembolsar os fundos investidos.

Refira-se que o programa Millenium Challenge Account não foi renovado pelo Governo americano.
XS
SM
MD
LG