Links de Acesso

Repórteres Sem Fronteira denuncia encerramento de um retransmissor de rádio em Bafatá


Organização diz que a decisão é um ataque à liberdade de informar

A organização Repórteres Sem Fronteiras (RSF) denunciou e condenou o encerramento do retransmissor da Rádio África FM, na cidade de Bafatá, na Guiné-Bissau, pelo governador da região leste do país, Dundu Sambu.

“O encerramento é um ataque à liberdade de informar”, disse em comunicado Assane Diagne, director para África Ocidental daquela organização de defesa da liberdade de imprensa nesta quarta-feira, 3..

Para ele, “este ataque à liberdade de informar e ao pluralismo é ainda mais perturbador porque provém de um governador que é membro do PAIGC, o partido que acaba de ganhar as eleições parlamentares da Guiné-Bissau”.

Na nota, a RSF pede às autoridades a “reabertura imediata desta do retrasnmissor.

O director da o África FM, Mama Saliou Sané, confirmou à VOA o encerramento do retransmissor, "por parte de polícias a mando do Governo", sem o seu conhecimento, "como diz a lei".

“O governador de Bafatá sempre demonstrou o desejo de reduzir o povo da Guiné-Bissau ao silêncio”, reiterou Sané que afirmou ter recebido o apoio do Sindicato dos Jornalistas da Guiné-Bissau que "prometeu ajudar a ultrapassar esse problema, o mais breve possível.

Além de produzir uma programação local, a filial retransmite programas nacionais produzidos pela África FM em Bissau.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG