Links de Acesso

Renamo exige que a polícia se pronuncie sobre alegado rapto de antigo deputado


Manica, Moçambique

Família diz que Sofrimento Matequenha foi levado de casa no domingo por 10 homens com fardas policiais

A Renamo, principal partido da oposição em Moçambique, exige da polícia um posicionamento sobre o paradeiro do seu antigo deputado e ex-delegado provincial em Manica, Sofrimento Matequenha, no domingo, como revelou a família.

O porta-voz daquele partido na província de Manica afirmou em conferência de imprensa na terça-feira, 15, esperar que “a polícia diga alguma coisa e que não se limite a negar [o envolvimento], porque isso não é suficiente".

Moçambique: Raptado antigo deputado da Renamo em Manica
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:19 0:00

Eduardo Leite critica o facto de a polícia, como a VOA revelou ontem, ter limitado a dizer que a corporação não está envolvida no rapto, em virtude de a esposa de Matequenha ter afirmado que ele foi levado por homens com fardas policiais, e ainda recomendar à família que formalize uma queixa na esquadra mias próxima.

"Quem acusa, tem direito de acusar, mas quem diz 'não', também tem o dever de provar e isso ainda não aconteceu”, reiterou Leite, quem nega Eduardo Leite nega que o rapto esteja relacionado com fricções internas no Renamo.

A esposa Lurdes Inácio e o irmão Sílvio Matequenha disseram que o antigo deputado foi levado de casa por um grupo de 10 homens com uniformes da polícia que, embora questionados, não se identificaram.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG