Links de Acesso

Regime sírio prossegue com bombardeios antes de votação na ONU


Syria Civil Defence members help an unconscious woman from a shelter in the besieged town of Douma, Eastern Ghouta, Damascus, Syria, Feb. 22, 2018.

O regime sírio prossegue com os bombardeios neste sábado, 24 de Fevereiro, em Ghouta Oriental, onde 500 civis morreram em sete dias, antes de uma votação na ONU sobre uma possível trégua neste reduto rebelde próximo de Damasco.

O conflito divide o Conselho de Segurança da ONU, incapaz até agora de aprovar uma trégua humanitária.

O balanço foi atualizado depois de terem sido encontrados mais corpos sob os escombros e com a morte de mais civis neste sábado, explicou a ONG Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

Moradores da região de Ghouta Oriental dizem "esperar para morrer"

A ofensiva do governo sírio continua após um novo adiamento da votação do Conselho de Segurança da ONU, prevista também para este sábado, que deve pronunciar-se sobre uma trégua na região. O organismo internacional não conseguiu evitar as divisões sobre o conflito que devasta a Síria há quase sete anos.

Nas últimas horas aconteceram negociações para tentar evitar o veto da Rússia no Conselho de Segurança. Moscovo é grande aliado do regime de Bashar Al Assad e fornece um apoio militar fundamental na guerra.

À espera da votação na ONU, os bombardeios aéreos e de artilharia do regime atingiram Ghuta Oriental pelo sétimo dia consecutivo e mataram 21 civis nas últimas horas, segundo o OSDH.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG