Links de Acesso

Quatro capacetes azuis mortos em ataque na República Centro-Africana


Nações Unidas têm 12 mil homens no país

Quatro membros da Missão das Nações Unidas na República Centro-Africana (Minusca) foram mortos depois de um ataque à caravana em que seguiam na segunda-feira, 8, revelou a organização hoje.

“A Minusca lamenta profundamente confirmar que três dos quatro soldados da paz desaparecidos desde segunda-feira depois de um ataque foram encontrados mortos. Um quarto continua desaparecido", refere a Missão que antes tinha anunciado que apenas um capacete azul tinha sido morto e oito tinham ficaram feridos depois do ataque.

No fim de semana, quatro grupos humanitários internacionais informaram que iam retirar os seus trabalhadores temporariamente de algumas regiões do norte da República Centro-Africana devido ao aumento de ataques.

A Solidarites International, a Intersos, a Danish Church Aid e a Person in Need Relief Mission anunciram que vão mudar as suas bases para a capital, Bangui.

As Nações Unidas lançaram uma missão de paz para o país em 2014, que tem agora mais de 12 mil homens homens para proteger os civis da violência entre facções muçulmanas e cristãs.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG