Links de Acesso

Protestos contra “sumiço” de vagas para empregados de limpeza na Educação agitam Benguela


Nove mil candidatos para 83 vagas e 69 delas desapareceram

Centenas de candidatos a auxiliares de limpeza na Educação em Angola marcharam nesta terça-feira, 13, pelas ruas da cidade de Benguela em protesto contra a admissão de um número inferior às vagas anunciadas, com insinuações de corrupção nas escolhas.

Manifestação em Benguela - 1:36
please wait

No media source currently available

0:00 0:01:36 0:00

Contas feitas pela VOA num dos pontos de reivindicação, indicam que o número de admitidos está muito aquém das 83 vagas anunciadas pelo Gabinete Provincial de Educação.

A manifestação decorreu sem incidentes e ao longo da marcha os manifestantes foram acompanhados por agentes da polícia.

Os manifestantes disseram que apenas nove pessoas foram admitidas acrescentando que foram admitidas pessoas com mais de 35 anos de idade quando, segundo disseram, o concurso era só para pessoas com idade inferior a 35 anos.

“Para onde foram as outras vagas?”, indagaram manifestantes falando à VOA.

A VOA não conseguiu obter a versão da Secção Municipal de Educação.

O presidente do corpo de júris para os dez municípios, Evaristo Calopa, que é o director do Gabinete Provincial de Educação, disse ser prematuro abordar o assunto sem elementos do órgão municipal.

Dados oficiais indicam que o município sede da província contou com um número de candidatos superior a nove mil, com as habitações literárias até à sexta classe.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG