Links de Acesso

Profissionais de saúde guineenses retomam actividades e querem dialogar


Bissau, Hospital Simão Mendes

Os profissionais de saúde da Guiné-Bissau retomaram hoje, 28, os serviços mínimos nas unidades hospitalares do país.

A decisão dos sindicatos aconteceu depois do apelo do Presidente da República, disse o ministro do Interior, Botché Candé, que esteve reunido ontem com os dois sindicatos do sector de saúde.

Profissionais de saúde guineenses retomam actividades e querem dialogar
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:18 0:00

Além do hospital “Simão Mendes”, em Bissau, apuramos que os serviços foram retomados em Gabu e Batafá, ambas cidades regionais no leste.

Entrevistado pela VOA, Yoio João Correia, líder de um dos sindicatos do sector de Saúde, confirmou que “tendo em conta o acto nobre ontem do ministro de Estado, mandatado pelo Presidente da Republica, decidimos também aderir o pedido”.

Vanésio Sanca, director do Hospital de Catió, no sul, disse que “ a partir de hoje retomaram os serviços mínimos aqui no Hospital regional de Catió. É um alivio. Imagine, esses dias estive cá sozinho a prestar serviços em todas as enfermarias”.

“Aqui na nossa estrutura, os serviços mínimos foram retomados”, confirmou igualmente António Sambú, responsável da estrutura sanitária de Bolama.

Ultrapassada esta fase, o sindicalista Yoio João Correia, fala da abertura da sua organização nas presentes negociações com o Governo.

“Estamos abertos ao diálogo, porque achamos que só com o diálogo é que poderemos chegar ao bom ponto”, disse.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG