Links de Acesso

Profissionais da televisão pública são-tomense anunciam greve para sexta-feira


Sede da Televisão São-Tomense, São Tomé e Príncipe

Em causa a não implementação do Regime Especial da Comunicação Social e o atraso no pagamento do subsídio da Covid-19

Os profisisonas da Televisão São-tomense (TVS) entram em greve nesta sexta-feira, 2, para exigir a implementação do Regime Especial da Comunicação Social e o pagamento de três meses de subsídio de Covid-19 em atraso.

Como último recurso, o Governo reúne-se nesta quinta-feira, 1, com uma comissão dos organizadores da greve.

"Não havendo até ao momento qualquer reacção do Governo, entendemos que simplesmente foram ignoradas as nossas preocupações", afirmam os jornalistas e técnicos da televisão pública em carta enviada ontem ao primeiro-ministro e ao ministro da Presidência do Conselho de Ministros, Comunicação Social e Novas Tecnologias.

Eles se dizem "inconformados com a situação” e ante tanta falta de informação anunciaram que irão entrar em greve a partir desta sexta-feira, dia 2 de Julho".

Os jornalistas pedem também que o Governo implemente “o mais rapidamente possível”, a contraproposta elaborada pelo Sindicato dos Jornalistas Santomenses, a Associação dos Jornalistas e a Comissão de Carteira Profissional, juntamente com a Direcção das Finanças.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG