Links de Acesso

Procurador regional e governador reiteram luta contra a corrupção em Malanje


Norberto Fernandes dos Santos

Comissão para analisar desvios ainda não apresentou resultados

O sub-procurador Geral da República em Malanje, Carlos dos Santos, confirmou registo de nove processos por impunidade e corrupção.

O magistrado anunciou os números sem apontar nomes durante a abertura do programa da Semana da Legalidade que decorre sob lema “Ministério Público no combate a impunidade e a corrupção”.

“Em Malanje, fruto desse combate da corrupção foram registados nove processos, dos quais sete encontram-se na fase de instrução preparatória e dois na fase judicial com alguns detidos ”, disse.

Carlos dos Santos referiu que a nação e a sociedade angolana esperam da Procuradoria-Geral da República e do Ministério Público uma posição firme, intrépida que esse grande mal seja atacado nas suas origens e ramificações.

Por seu lado, o governador de Malanje, Norberto Fernandes dos Santos, afirmou no referido acto que o combate à impunidade e a corrupção é o actual paradigma de governação na República de Angola.

“Devemos também encontrar o corruptor, nesta perspectiva é importante frisar que num Estado democrático de direito o comprimento da constituição e da lei é um imperativo que se torne em todos nós dirigentes, responsáveis e população em geral”, referiu.

Comissão, ainda sem apresentar trabalho

Em Janeiro deste ano, o governador criou uma comissão para inquirir o desvio de subsídios, destinados às autoridades tradicionais do município do município de Quirima, referentes aos meses de Março a Outubro de 2017.

Passados três meses, os resultados ainda não foram tornados públicos.

O Governo da província de Malanje tem sido alvo, nos últimos anos, de contestações populares por insatisfação dos problemas que afectam os sectores da educação, saúde, energia e águas, infra-estruturas e outros que degradam o tecido social da região.

Três jovens estudantes que se manifestaram no dia 4 de Abril foram condenados neste mês pelo Tribunal da Comarca de Malanje, pelos crimes contra a segurança do Estado e injúrias contra autoridades públicas.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG