Links de Acesso

Presidente do Parlamento guineense aborda "ameaças" com comunidade internaiconal

  • Redacção VOA

Assembleia Nacional Popular da Guiné-Bissau

Cipriano Cassamá encontrou-se com Nações Unidas, União Africana, CEDEAO, CPLP e União Europeia.

O presidente da Assembleia Nacional Popular da Guiné-Bissau reuniu-se nesta quinta-feira, 29, com representantes do chamado Grupo dos P5 na sequência de ameaças não oficiais de assalto ao Parlamento caso os deputados não aprovarem o Programa do Governo.

O P5 é integrado pelas Nações Unidas, União Africana, CEDEAO, CPLP e União Europeia e têm funcionado como observadores da crise política a Guiné-Bissau.

A VOA soube que depois de o presidente do Parlamento ter feito a exposição sobre as alegadas ameaças, o grupo dos P5 prometeu continuar a acompanhar o evoluir da situação.

O Governo liderado por Umaro Sissoko Embaló deve apresentar em breve o seu programa perante os deputados.

Nos meios políticos de Bissau, admite-se, no entanto, que o Executivo pode ter dificuldades em apresentar o seu programa a tempo, tal como aconteceu com o Governo anterior, liderado por Baciro Djá, incorrendo assim em inconstitucionalidade de exercício.

Além disso, o PAIGC, que detém a maior bancada parlamentar, já disse que não apoio o novo Governo.

XS
SM
MD
LG