Links de Acesso

Presidente moçambicano exonera ministro do Interior


Amade Miquidade, ministro moçambicano do Interior exonerado

Amade Miquidade é afastado quando aumentam críticas à insergurança e raptos no país

O Presidente moçambicano, Filipe Nyusi, exonerou nesta terça-feira, 10, em despachos separados, Amade Miquidade e Adelaide Anchia Amurane, respectivamente ministros do Interior e na Presidência para Assuntos da Casa Civil.

O comunicado do Gabinete de Imprensa da Presidência da República não avança os motivos para a exoneração.

Miquidade foi exonerado numa altura em que a Polícia da República de Moçambique enfrenta dificuldades para combater o crime organizado, com os raptos no topo dos crimes que preocupam a sociedade moçambicana.

Antes da sua nomeação, Amade Miquidade exercia as funções de secretário-geral do Conselho Nacional de Defesa e Segurança (CNDS).

Por seu turno, Adelaide Amurane foi ministra na Presidência para os Assuntos Parlamentares, Autárquicos e das Assembleias Provinciais, no Governo de Armando Guebuza, tendo em 2015, aquando do primeiro Executivo formado por Filipe Nyusi, passado a ocupar o cargo de ministra na Presidência para os Assuntos da Casa Civil, ao qual renovou em 2020 após as eleições gerais de 2021.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG