Links de Acesso

Presidente marfinense propõe plataforma de entendimento com oposição para evitar violência eleitoral


Apoiantes de Alassane Ouatara

O Presidente da Costa do Marfim, Alassane Ouattara, propôs à oposição e líderes religiosos uma plataforma de entendimento para aliviar as tensões e evitar conflitos durante a campanha para a eleição presidencial marcada para 31 de outubro.

Uma fonte da Presidência disse à agência Reuters que a proposta foi feita em reuniões informais entre as partes, mas não foram revelados detalhes.

O primeiro-ministro Hamed Bakayoko deve reunir-se com líderes juvenis dos principais partidos da oposição na próxima semana para reiniciar as discussões e tentar colocar um fim na violência nas ruas, que já deixou cerca de uma dezena de mortes e mais de uma centena de feridos.

As tensões aumentaram depois de Ouattara ter anunciado a sua recandidatura a um terceiro mandato, o que, para a oposição e observadores, é anticonstitucional.

O Presidente alega que a revisão da Constituição marca um novo início e que, por tanto, ele apenas cumpriu um madato.

O Conselho Constitucional deve decidir sobre a elegibilidade ou não dele e dos demais candidatos na próxima semana.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG