Links de Acesso

Presidente do Município de Quelimane acusa Polícia de furar pneus da sua viatura


Manuel Araújo, presidente do município de Quelimane

“Eles (Polícia) dispararam, furaram dois pneus da minha viatura e lançaram gás lacrimogénio a um metro de distância”, denuncia Manuel de Araújo, à VOA, em referência ao incidente registado na segunda-feira, 3, durante uma passeata dele e membros do partido Renamo, após a celebração dos Dia dos Heróis, na cidade de Quelimane, capital da província moçambicana da Zambézia.

Presidente do Município de Quelimane acusa Polícia de furar pneus da sua viatura
please wait

No media source currently available

0:00 0:03:37 0:00

“Nós esperamos que as entidades venham explicar o que aconteceu. E no final do dia, nosso Gabinete Jurídico vai nos aconselhar o que fazer”, diz Araújo que considera a ação uma tentativa premeditada de intimidar a oposição.

Para Araújo, a ação da polícia reflete uma onda de intimidação que agravou na altura das eleições de 15 de Outubro, com o reforço do contigente policial em Quelimane.

“Há uma tentativa de criar um certo medo nos atores políticos. Mandam recados e o último que recebi dizia que o meu nome faz parte de uma lista de individuos a abater", denuncia o edil que viu a casa da mãe vandalizada em 2019.

Araújo afirma que “no nosso entender, parece que há uma vontade inequívoca do partido Frelimo de voltar ao monopartidarismo. E nós aconselhamos que eles façam essa proposta no parlamento, onde tem manifesta maioria”.

Veja também:

Moçambique: Ataque em Manica causa um morto
please wait

No media source currently available

0:00 0:01:24 0:00

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG