Links de Acesso

Presidente da UNITA defende diálogo para retorno de fundos desviados


Adalberto Costa Júnior, líder da UNITA, Angola

O presidente da UNITA, Adalberto Costa Júnior, defendeu a necessidade de um diálogo com aqueles que desviaram fundos do país para o estrangeiro e que estejam dispostos a negociar o retorno dessas quantias.

O impacto do preços de petróleo na economia angolana - 1:34
please wait

No media source currently available

0:00 0:01:34 0:00


Numa entrevista em Cabo Verde à Voz da América o líder o maior partido da oposição angolana disse que até agora o combate à corrupção “não trouxe ainda benefícios extraordinários”.

“Nós sabemos que os benefícios são mínimos e sabemos tambèm que há centenas de pessoas milionárias desejosas de uma porta entreaberta para poderem negociar com o estado o retorno e tambèm alguma acomodação que depois traz benefícios para o tesouro público”, disse Adalberto Costa Júnior.

“Penso que é preciso deixar as teimosias de lado, pensar Angola, procurar dar estes passos no mais amplo consenso nacional porque não se deve fazer este trabalho de forma isolada e de facto acabar com o proteccionismo de uns”, acrescentou.

O presidente da Unita esteve em Cabo Verde no último fim de semana, onde participou como convidado na 12a Convenção do Movimento para a Democracia e analisou o processo das autarquias em Cabo Verde

Adalberto da Costa Júnior elogiou o grande trabalho feito pelo arquipélago no processo de desenvolvimento local e lamenta que o Governo angolano ainda não tenha dado sinais claros e criado condições para a realização de eleições autárquicas este ano em Angola.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG