Links de Acesso

Joe Biden garante quatro mil milhões de dólares para vacinas a países mais pobres


Presidente Joe Biden

Anúncio será feito hoje na reunião de G7 que vai apoiar a iniciativa COVAX da OMS

O Presidente americano anuncia nesta sexta-feira, 19, uma contribuição de 4.000 milhões de dólares para o plano de vacinação internacional contra a Covid-19, o consórcio COVAX, destinado aos países menos favorecidos.

Joe Biden fará o anúncio na sua primeira cimeira internacional, a reunião de líderes do G7, juntamente com os Presidentes e chefes de Governo da Alemanha, Japão, Grã-Bretanha, França, Canadá e Itália.

Todos vão reiterar as suas promessas de apoio à iniciativa COVAX, lançada pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

A COVAX pretende entregar mais de 330 milhões de doses de vacina no primeiro semestre de 2021, na tentativa de imunizar uma média de 3,3% da população total dos 145 países participantes.

A iniciativa necessita de mais 5.000 milhões de dólares neste ano e está ligeiramente atrasado precisamente por falta de fundos.

O antigo Presidente americano Donald Trump recusou participar na COVAX devido à sua oposição à OMS, que ele alegava ter encoberto a China a quem responsabilizava pela pandemia.

A secretária de imprensa da Casa Branca, Jen Psaki, garantiu que os fundos para a contribuição dos Estados Unidos são provenientes de rubricas já destinadas pelo Congresso para esforços de vacinação internacional e não terão qualquer impacto negativo na campanha nacional de vacinação que, segundo o Governo, pretende imunizar todos os adultos americanos até Julho.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG