Links de Acesso

Presidência Trump chega ao fim


Donald Trump e Melania Trump acenam ao embarcarem no avião presidencial a caminho da Flórida no final da presidência Trump

Donald Trump embarcou no Força Aérea Um pela última vez como presidente dos EUA nesta quarta-feira, com destino ao estado da Flórida, no sul do país, no final de seu mandato de quatro anos.

Ao deixar a Casa Branca na manhã de quarta-feira, Trump disse que foi "a honra de uma vida".

Após um curto voo de helicóptero para a Base Aérea de Andrews, teve uma cerimónia de despedida com um tapete vermelho, banda militar, uma saudação de 21 tiros e uma multidão de cerca de 200 convidados presentes.

“Tivemos quatro anos incríveis, conquistamos muito”, disse Trump antes de embarcar no Força Aérea Um.

Donald Trump despediu-se, mas prometeu estar sempre presente
please wait

No media source currently available

0:00 0:01:09 0:00

Ele listou o que considerou suas maiores realizações, incluindo a reconstrução do exército. Trump também desejou sucesso ao próximo governo, sem mencionar o nome de seu sucessor, o democrata Joe Biden.

N altura em que o voo de Trump aterrará na Flórida, Biden fará o juramento como o novo líder do país, com Trump quebrando décadas de tradição ao não comparecer à cerimónia de inauguração.

O futuro de Trump, incluindo quaisquer aspirações políticas, permanece incerto.

“Quero que saibam que o movimento que iniciamos está apenas a começar”, disse ele em um vídeo de despedida divulgado na terça-feira. “Nunca houve nada parecido. A crença de que uma nação deve servir seus cidadãos não diminuirá, mas apenas ficará mais forte a cada dia. ”

Trump deixa o cargo sob a sombra de se tornar o primeiro presidente na história dos EUA a ser acusado duas vezes, e uma data de início incerta para um julgamento no Senado sob a acusação de incitar uma multidão de seus apoiantes a invadir o Capitólio dos EUA há duas semanas.

Ele fez uma breve referência ao ataque na terça-feira, dizendo que os americanos "ficaram horrorizados" e que a violência política "nunca pode ser tolerada".

Trump também listou uma série de iniciativas de política externa realizadas por seu governo, incluindo a retirada do acordo comercial da Parceria Transpacífica e do Acordo do Clima de Paris, a negociação de um novo acordo comercial com os vizinhos Canadá e México e a aplicação de tarifas sobre mercadorias da China.

“Nós recuperamos nossa soberania defendendo a América nas Nações Unidas e retirando-nos dos acordos globais unilaterais que nunca serviram os nossos interesses”, disse Trump. “E os países da NATO estão a pagar centenas de biliões de dólares a mais do que quando cheguei há apenas alguns anos. Foi muito injusto. ”

Trump descreveu ser presidente de um "privilégio extraordinário".

Em alguns de seus actos finais no cargo, Trump emitiu perdões e comutações de sentença para mais de 140 pessoas, incluindo seu ex-chefe de campanha Steve Bannon. Trump também rescindiu uma ordem executiva dos primeiros dias de seu mandato que proibia funcionários do seu governo de fazer lobby junto ao governo por cinco anos após deixarem esses empregos, ou de se envolverem em actividades que exigiriam que o ex-funcionário se registrasse como agente estrangeiro. A medida fazia parte da sua promessa de “drenar o pântano” ou erradicar a corrupção em Washington.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG