Links de Acesso

PR são-tomense condena violência pós-eleitoral e garante cumprir a Constituição


Evaristo de Carvalho, Presidente de São Tomé e Príncipe

Evaristo Carvalho promete nomear novo PM dentro do processo constitucional instituído

O Presidente de São Tomé e Príncipe condenou os actos de violência pós-eleitoral num discurso à Nação nesta quarta-feira, 31, no qual garantiu que irá cumprir a Constituição e as práticas democráticas instituídas no país desde 1991 na escolha do futuro Governo.

PR são-tomense condena violência pós-eleitoral e garante cumprir a Constituição
please wait

No media source currently available

0:00 0:01:43 0:00

Depois de condenar os actos de violência, Evaristo Carvalho, lembrou que só poderá nomear o novo primeiro-ministro depois da constituição da nova Assembleia Nacional cuja data está marcada para 22 de Novembro.

Tudo “deverá decorrer sob a égide da constituição e das leis em vigor no país”, acrescentou Carvalho, deixando que quem ganhou as eleições deve formar o Governo.

O Presidente da República afirmou-se comprometido com a democracia e com as práticas democráticase avisou que o seu dever” é cumprir a Constituição, sem chantagens nem pressões de qualquer tipo”.

Sobres as barricadas e cortes de estradas com fogo, registados do país, Evaristo Carvalho considerou que “nada justifica, nem mesmo a falha grave de energia eléctrica, que se queira instalar a desordem e a violência no país”.

"O país e as suas instituições democráticas estão a funcionar normalmente, e como garante da regularidade do funcionamento do Estado e defensor último da Constituição, tomarei todas as medidas necessárias no sentido do respeito do Estado de direito, da garantia dos direitos e liberdade dos cidadãos, da proteção das pessoas e bens e da salvaguarda da estabilidade política, segurança e paz social", declarou o Presidente de São Tomé e Príncipe.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG