Links de Acesso

Portugal: Presidente do Santander Totta morre de coronavírus


António Vieira Monteiro, CEO do Santander Totta, em Lisboa, 2 de Maio de 2016

O presidente da unidade portuguesa do maior banco da Espanha, Santander, António Vieira Monteiro, morreu de coronavírus nesta quarta-feira, 18 de março, sendo segunda vítima mortal da doença em Portugal, disse à Reuters uma fonte familiarizada com o assunto.

Vieira Monteiro, 73 anos, assumiu a presidência do Santander Totta em 2019, após sete anos como diretor executivo. Ele liderou o banco durante um período de austeridade, crise económica e de dívida em Portugal.

Um porta-voz do Santander confirmou que Vieira Monteiro havia morrido, mas não quis dizer se era do coronavírus.

O jornal português Jornal Económico disse que Vieira Monteiro foi colocado em quarentena no início deste mês após uma viagem à Itália, e estava em tratamento intensivo num hospital de Lisboa desde a semana passada.

Portugal registou 448 casos confirmados de coronavírus, muito abaixo dos 13.716 vizinhos da Espanha.

Portugal registou sua primeira morte por coronavírus na segunda-feira e disse que mais são esperados. A ministra da Saúde, Marta Temido, disse que a primeira fatalidade foi um homem de 80 anos de idade com condições pré-existentes que foi hospitalizado em Lisboa - tratava-se de Mário Veríssimo, massagista da equipa de futebol do Estrela da Amadora, amigo do treinador português Jorge Jesus, que também testou positivo para coronavírus.

Reuters

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG