Links de Acesso

Polícia americana procura "assassino do Facebook"


Autoridades oferecem 50 mil dólares por informações sobre Steve Stephens

Steve Stephens divulgou vídeo em que assassinava um idoso de 74 anos "por estar com raiva"

A Polícia de Cleveland, nos Estados Unidos, procura desde de domingo, 16, Steve Stephens, de 37 anos, suspeito de ter executado Robert Goodwin, de 74 anos, e publicado o vídeo instantes depois no Facebook.

Antes de publicar o vídeo em que executa o idoso, o suspeito divulgou outro em que diz a um amigo que havia assassinado 13 pessoas e que queria chegar a 14 vítimas.

Autoridades confirmaram a autenticidade dos dois vídeos e disseram que Stephens está armado e é extremamente perigoso.

No vídeo publicado antes da execução do idoso, ele disse que o domingo de Páscoa seria um dia de “matar” pessoas e que escolheria as suas vítimas de maneira aleatória até completar 15.

A polícia informou que não há registro de outras vítimas, além do idoso.

Steve Stephensmencionou no vídeo que a namorada tinha terminado um relacionamento com ele de três anos e que, por isso, estava com muita raiva.

A ex-namorada foi entrevistada por algumas redes de televisão e disse que Stephens tem “distúrbios psicológicos”.

O Facebook retirou o vídeo do ar três horas depois, mas o conteúdo já havia sido compartilhado por outros sites.

A imprensa norte-americana indica que o conteúdo mais visto em cinco estados do país.

A mãe do suspeito disse à rede CNN que o viu pela última vez no sábado, 15, mas que ontem ele telefonou e disse a ela estava “atirando nas pessoas porque estava com raiva da namorada”.

A polícia rastreou o celular de Stephens e, depois de Cleveland, o aparelho foi detectado na Pensilvânia, a 160 quilómetros de distância do local em que ele atirou no idoso.

Mais tarde, a polícia afirmou que ele não se encontrava na Pensilvânia.

Posição do Facebook

Em comunicado, o Facebook disse que o crime em Cleveland foi terrível e que a empresa não permite esse tipo de conteúdo.

Houve muita repercussão em torno do vídeo divulgado e as discussões tiveram como foco o conteúdo do que se transmite pelas redes sociais.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG