Links de Acesso

Polícia são-tomense detém autor do assassinato de administradora


Sede da Polícia Judiciária, São Tomé e Príncipe

Após três dias de investigação, a Polícia Judiciária (PJ) de São Tomé e Príncipe capturou nesta quinta-feira, 5, o presumível assassínio da cidadã luso-são-tomense encontrada morta no hotel em que trabalhava, no norte da ilha de São Tomé.

A diretora da PJ, Maribel Rocha, disse à VOA tratar-se de um funcionário da unidade hoteleira onde Catarina de Sousa desempenhava as funções de administradora.

Na ocasião, foi também recuperada a arma branca, com a qual foi cometido o assassinato.

O suspeito já confessou o crime e será entregue ao Ministério Público nesta sexta-feira, 6.

Tudo indica que se tratou de vingança devido a divergências no trabalho, de acordo com fontes bem informadas..

O Governo são-tomense condenou o assassinato.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG