Links de Acesso

Polícia no Uganda confirma a morte de 37 pessoas em manifestações anti-governamentais


UGANDA-POLITICS/ Bobi Wine arrest, protest

A polícia no Uganda confirmou que pelo menos 37 pessoas morreram em manifestações que se seguiram à detenção do candidato presidencial da oposição Bobi Wine na Quarta-feira.

O músico e candidato à presidência foi libertado sob fiança Sexta-feira depois de ter sido detido por violar as leis de contenção do Coronavírus que proibem ajuntamentos de mais de 200 pessoas.

O Secretário Geral das Nações Unidas António Guterres condenou entretanto todos os atos de violência no Uganda e apelou às autoridades para assegurarem que “os autores de violações de direitos humanos serão responsabilizados”.

Guterres apelou também à libertação imediata de qualquer indivíduo que possa ter sido preso arbitráriamente e aos líderes políticos do Uganda para “participarem no processo eleitoral de modo pacífico de acordo com as regulamentações relevantes e para não se envolverem em incitamentos à violência e ódio”.

O presidente Yowerri Museveni deverá falar amanhã ao país. As eleições estão marcadas para o dia 14 de Janeiro

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG