Links de Acesso

Polícia moçambicana admite integrar ex-guerrilheiros da Renamo na segurança das eleições de Outubro


O anúncio foi feito pelo comandante-geral Bernardino Rafael

O Comandante-Geral da Polícia de Moçambique, Bernardino Rafael, disse que antigos guerrilheiros da Renamo poderão fazer parte dos efectivos policiais que irão garantir a protecção das próximas eleições, no âmbito da implementação do processo de desmilitarização daquele partido.

Polícia moçambicana admite integrar ex-guerrilheiros da Renamo na segurança das eleições de Outubro
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:15 0:00

Rafael falava no encerramento de um curso de capacitação de oficiais da polícia, a quem recomendou que apoiassem o processo de integração de guerrilheiros da Renamo nas forças policiais.

Bernardino Rafael afirmou que a polícia moçambicana garante vacatura nos postos de liderança e operativo a antigos guerrilheiros da Renamo, alguns dos quais poderão ser chamados para a protecção das eleições.

Esta será a primeira vez que a protecção das eleições terá a participação de elementos da Renamo, que tem acusado as forças policiais moçambicanas de favorecerem a Frelimo.

Nos meios políticos, acções como esta de envolver antigos guerrilheiros da Renamo na protecção de processos eleitorais são recebidades como potencialmente boas para ajudar a diminuir as tensões e dar maior confiança aos processos.

Raúl Domingos, líder do Partido para a Paz, Democracia e Desenvolvimento-PDD, defende que essas acções devem ser encorajadas.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG