Links de Acesso

Polícia impede manifestação e prende mais activistas em Cabinda


Carlos Vemba, secretário-geral do Movimento Independentista de Cabinda, foi detido

A Polícia Nacional deteve nesta sexta-feira, 1 de fevereiro, alguns activistas que participavam numa manifestação organizada pelo Movimento Independentista de Cabinda (MIC) para assinalar os 134 anos do Tratado de Simulambuco.

Entre os detidos está o secretário-geral da organização, Carlos Vemba, de acordo com uma mensagem divulgada numa rede social pelo o secretário para a Informação do MIC, Sebastião Macaia.

"A polícia colonial angolana acaba de deter o Carlos Vemba, secretário-geral do MIC, que, ontem [quinta-feira], numa entrevista à VOA, confirmou a realização da marcha, hoje, 1 de fevereiro. Abaixo a colonização angolana. Viva Operação Cabinda Livre. Libertem Carlos Vemba", escreveu Macaia.

O grupo de manifestantes saiu da parada dos fiéis, no bairro primeiro de Maio, e dirigiu-se à sede do Serviço de Investigação Criminal, onde estão detidos 32 membros e pessoas ligados ao Movimento.

Vários deles foram detidos no momento.

A onda de prisões de membros do MIC começou na segunda-feira, 28, com três deles, enquanto na terça feira mais 29 pessoas ligadas ao movimento ou familiares de activistas do grupo foram detidas.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG