Links de Acesso

PJ da Guiné-Bissau investiga destino de maior apreensão de droga no país


Mais de 1600 quilos encontados em casa no interior do país

A Polícia Judiciária (PJ) da Guiné-Bissau continua a investigar uma rede de tráfico de droga depois de ter detido oito pessoas com 1.605 quilos de cocaína na cidade de Canchungo, região de Cacheu, no norte do país.

É a maior apreensão de droga na história da Guiné-Bissau.

O material foi apreendido no âmbito da operação Navarra, numa casa particular de um cidadão nacional, que segundo a polícia se pôs em fuga.

A droga, de acordo com informações apuradas, estava escondida numa parede falsa.

Durante a operação foram detidos oito indivíduos, sendo três cidadãos colombianos, um maliano e quatro guineenses.

Guiné-Bissau, ponto de passagem

Em Março, a PJ da Guiné-Bissau apreendeu 789 quilos de cocaína pura que tinha por destino o Mali, alegadamente para o Al-Qaida.

O director-adjunto da PJ, Domingos Correia, disse à VOA na altura que a operação “Carapau” deteve também um senegalês, dois nigerinos e um guineense, mas não confirmou que a droga pertencia a alguém ligado à rede magrebina da Al-Qaida, (Alqmi).

A droga seguia num camião, escondida num fundo falso, em vários sacos de 30 quilos, juntamente com peixe.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG