Links de Acesso

PGR emite mandado de captura internacional de Domingos Simões Pereira


Domingos Simões Pereira, antigo primeiro-ministro e presidente do PAIGC, depois da primeira volta das eleições presidenciais, 27 novembro 2019 Bissau.

Presidente do PAIGC e antigo primeiro-ministro saiu do país após a segunda volta das eleições presidenciais de dezembro de 2019

Na Guiné-Bissau, a Procuradoria-Geral da República (PGR) emitiu um mandado de captura internacional contra Domingos Simões Pereira, líder do Partido Africano para a Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC) e antigo primeiro-ministro.

A informação foi avançada nesta sexta-feira, 18, pela PGR num comunicado no qual diz que o mandado foi emitido no âmbito de um processo-crime que segue os trâmites legais naquela instituição judiciária, sem dar mais detalhes.

Simões Pereira ganhou a primeira volta das eleições presidenciais de 2019, mas perdeu na segunda volta, a 29 de dezembro, de acordo com os dados da Comissão Nacional de Eleições.

Entretanto, nem ele nem o PAIGC aceitaram os números e denunciaram fraude, tendo recorrido várias vezes ao Supremo Tribunal de Justiça, cujo último recurso foi decidido há pouco tempo, depois de Úmaro Sissoco Embaló ter-se autoproclamado Presidente da República.

(Em actualização)

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG