Links de Acesso

Pescas, estabilidade e democracia deverão ser prioridades de Bissau em Bruxelas, sugerem especialistas


Polícia interdita marcha de profissionais de saúde em Bissau, Guiné-Bissau, 11 Janeiro 2022

Especialistas sugerem que a Guiné-Bissau deve priorizar a cooperação nas pescas, estabilidade política e democracia na Cimeira Europa-África, que vai decorrer, em Bruxelas, a partir de 5a feira (17).

O país que, nos últimos anos, experimenta crises políticas, será representado pelo presidente Umaro Sissoco Embaló, que faz a primeira viagem depois da tentativa de golpe de Estado.

Para o especialista em relações internacionais, Fernando da Fonseca, na Cimeira, a Guiné-Bissau deverá reforçar a cooperação com a União Europeia nas pescas, além da “ampliação de fundos de apoio para a estabilização política (…) e fortalecimento das organizações da sociedade civil”.

E o presidente da Rede Nacional das Associações Juvenis, Seco Duarte Nhaga, diz que a parceria Europa-África deve focalizar mais na capacitação institucional, “porque a democracia em África tem sido afectada por golpes de Estado e corrupção".

Acompanhe:

Pescas, estabilidade e democracia deverão ser prioridades de Bissau em Bruxelas, sugerem especialistas
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:10 0:00

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG