Links de Acesso

Peritos dizem que curto-circuito terá estado na origem do incêndio no Centro de Treinos do Flamengo


Dez pessoas morreram e três ficaram gravemente feridas

Um incêndio no Ninho do Urubu, o centro de treinos do Flamengo, no Rio de Janeiro, no Brasil, provocou a morte de 10 pessoas, nesta sexta-feira, 8, entre elas quatro atletas da equipa jovem, e três feridos em estado grave

O incêndio terá começado no ar condicionado de um quarto, de acordo com uma declaração do jogador.

O governador do Rio de Janeiro declarou estado de emergência.

Peritos do Instituto de Criminalística Carlos Éboli, que estão no local dizem que foi identificado um curto-circuito no ar-condicionado, mas não chegaram ainda àscausas da tragédia

"A maioria não conseguiu sair porque a quantidade de fogo era muita. E aconteceu que o ar condicionado pegou fogo, daí foi gerando um curto-circuito em todos os ares-condicionados. Foi pegando em tudo. E foi muito rápido. Não deu pra conseguir chamar quase ninguém", contou Samuel.

A cidade do Rio de Janeiro afirmou que o dormitório não tem licença municipal.

"A área de alojamento atingida pelo incêndio não consta do último projecto aprovado pela área de licenciamento, no dia 5 de abril de 2018, como edificada", diz em nota.

O Centro de Treinos Presidente George Helal, conhecido como Ninho do Urubu, tem um módulo profissional, dois campos, campo de treino para guarda-redes e estruturas para musculação e fisioterapia.

Em 2018, ano de inauguração do novo módulo profissional, a estrutura pré-existente foi deixada para as categorias de base e, para o futebol profissional, foi disponibilizado um novo módulo, com novos alojamentos, um parque aquático, ginásio e mais um campo de futebol (totalizando cinco).

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG