Links de Acesso

Patrice Trovoada promete regressar brevemente à São Tomé e Príncipe


Patrice Trovoada, em Pequim

O líder da maior força política da oposição, ADI, diz que pretende brevemente regressar ao país, mas não aponta a data.

Patrice Trovoada promete regressar brevemente à São Tomé e Príncipe
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:12 0:00

Trovoada disse, aos membros, no fim-de-semana, depois de ter sido eleito por aclamação, que estará no país para comandar o partido nos próximos atos eleitorais.

De olhos nas eleições presidenciais de 2021 e nas legislativas de 2022, Trovoada viu a sua liderança legitimada no novo congresso eletivo, dois anos depois de ter saído do país, alegadamente por perseguição política.

Acusando o atual poder de ter “inventado coisas para tentar travar o meu regresso ao país”, Trovoada vincou que “regressarei à minha terra para dar a minha colaboração”.

Cautela e processos arquivados

Entretanto, Orlando da Mata, eleito neste último congresso como um dos vice-presidentes do partido, diz que é preciso ter “cautela” no que toca ao regresso de Patrice Trovoada ao país.

“Tivemos casos de pessoas que foram presas sem qualquer acusação formal, e, por isso é necessário ter alguma cautela”, disse o vice-presidente do maior partido da oposição São-tomense, sublinhando que “é imprescindível que o líder da ADI esteja no país tendo em vista os próximos embates eleitorais”.

A nova direção da Ação Democrática independente anunciou que no próximo dia 24 de outubro vai propor ao Conselho Nacional o nome de Abnildo de Oliveira para o cargo de Secretario Geral do partido.

Sobre os processos judiciais, nomeadamente os casos de empréstimos de 30 milhões e 17 milhões de dólares que envolviam o nome de Patrice Trovoada, a VOA apurou autoridades judiciárias que os mesmos foram arquivados e que neste momento não existe qualquer acusação criminal contra o antigo primeiro ministro.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG