Links de Acesso

Patrice Trovoada eleito presidente da ADI


Patrice Trovoada, em Pequim, China, 5 de Setembro 2018

Sem surpresas, Patrice Trovoada, candidato único à liderança da Acção Democrática Independente (ADI) em São Tomé e Príncipe, foi eleito por 703 dos 704 votantes no congresso realizado neste sábado, 9.

O antigo primeiro-ministro, que deixou o país desde após perder as eleições em 2018, disse em mensagem em vídeo enviada ao congresso, que “o desafio que se coloca hoje ao ADI e ao país inteiro tem de ser permanentemente encarado de maneira séria e colectiva, e com o realismo e a urgência” devido à “enorme degradação da situação económica, financeira e sobretudo comportamental” do país.

Ao falar de uma nova agenda de transformação para o país até 2040, o líder desde sempre daquele partido actualmente na oposição, afirmou que “só uma maioria absoluta do ADI irá permitir as transformações necessárias à recuperação económica e social do nosso país, garantindo a execução de um programa de racionalização da despesa pública, de investimento infraestrutural, de reforma fiscal e do investimento, de promoção do investimento e sobretudo de reforma da justiça”.

Com “10 prioridades de curto prazo”, o candidato à chefia do Governo na eleição de 25 de Setembro apontou a reforma da justiça, o restabelecimento da autoridade do Estado, a defesa da juventude e dos mais vulneráveis, uma forte aposta no investimento privado, a defesa do poder de compra e da segurança alimentar, a recuperação da imagem de São Tomé e Príncipe, entre outras.

“É para isso e unicamente para a execução deste plano que eu aceitei voltar a candidatar-me para a direcção da ADI e ser candidato a primeiro-ministro e chefe do Governo em caso de vitória eleitoral incontestável da ADI, por maioria absoluta parlamentar”, precisou Patrice Trovoada.

O filho do antigo Presidente Manuel Trovoada foi nomeado primeiro-ministro em 2008, cargo que ocupou até Junho do mesmo ano, tendo, mais tarde, assumido a chefia do Governo de Agosto de 2010 a Dezembro de 2012.

Patrice Trovoada foi primeiro-ministro, outra vez, de Dezembro de 2014 a Dezembro de 2018, quando não conseguiu formar Governo apesar do ADI ter sido o partido mais votado nas legislativas.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG