Links de Acesso

Partido Nacionalista para a Justiça em Angola quer eleger entre 8 e 30 deputados


Angola tribunal constitucional

É o mais novo partido a ser legalizado pelo Tribunal Constitucional de Angola

O Partido Nacionalista para a Justiça em Angola (P-Njango), liderado por Eduardo Chingunji, é o mais recente partido legalizado em Angola, juntando-se a outros 11 habilitados a concorrer às eleições gerais previstas para agosto de 2022.

Chingunji, mais conhecido por Dinho Chingunji, diz ter levado cerca de 11 anos de preparação para que, finalmente, o Partido Nacionalista para a Justiça em Angola (P-Njango), fosse legalizado pelo Tribunal Constitucional (TC).

Partido Nacionalista para a Justiça em Angola quer eleger entre 8 e 30 deputados - 2:25
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:13 0:00

Agora diz preparar a pré-campanha eleitoral e prevê conseguir de 8 a 30 deputados porque, afirma, “sonhar não é pecado”.

Em conversa com a VOA, ele reconhece existirem dois grandes partidos e, por isso, entende que vai precisar tempo para se impôr no mosaico politico angolano.

Para sua legalização foram apuradas como válidas o número mínimo legal de 7.500 assinaturas de cidadãos requerentes, das quais 150 correspondentes a cada uma das 18 províncias do país.

Estão habilitados a concorrer às eleições gerais 12 partidos.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG