Links de Acesso

PAICV prepara proposta de regularização dos imigrantes da CEDEAO no país


Sede do PAICV

Partido da oposição quer "pela integração" dos imigrantes

O PAICV, principal partido da oposição em Cabo Verde, anunciou que vai propor ao Governo a regularização dos cidadãos de países da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO) que vivem no arquipélago.

Aquele partido defende, com esta proposta, a "plena integração" desses imigrantes.

"Decidimos propôr ao Grupo Parlamentar do PAICV a elaboração de um Projeto de Lei que permita, a título excecional, a abertura de um processo de legalização especial, a favor dos cidadãos oriundos da CEDEAO, região com a qual Cabo Verde possui laços históricos, político-administrativos e culturais que remontam à luta pela libertação nacional", disse Walter Évora, membro da Comissão Política, órgão que tomou a decisão de também, na próxima sessão parlamentar, interpelar o Executivo sobre a situação da diáspora cabo-verdiana.

Para Évora, o seu partido considera que a imigração constitui um factor de crescimento e de transformação económica, política e cultural dos países e, reforçou “ Cabo Verde deve dar um sinal forte aos países membros da CEDEAO de como estamos realmente empenhados em que os seus cidadãos estejam bem integrados em Cabo Verde".

Cabo Verde tem cerca de 18 mil imigrantes legalizados, mas desconhece-se quantos se encontram em situação ilegal.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG