Links de Acesso

Ossufo Momade: Renamo não desiste dos serviços secretos


Ossufo Momade em entrevista à VOA

Coordenador interino da Renamo diz que é lá onde os planos de sequestro e assassinatos são feitos

O coordenador da Resistência Nacional Moçambicana (Renamo), assegurou nesta segunda-feira 17, que o partido “não desistiu” do Serviço de Informação e Segurança do Estado (SISE) e que há avanços da integração dos seus homens no âmbito da implementação dos consensos das negociações para a paz em Moçambique.

Ossufo Momade: Renamo não desiste dos serviços secretos
please wait

No media source currently available

0:00 0:01:54 0:00

“Não podemos desistir dos serviços secretos”, declarou Momade em entrevista telefónica à VOA a partir da Gorongosa, sustentando que “é lá onde fazem planos para emboscar, sequestrar e matar aquele todo que é opositor do regime, não só da Renamo, como outros partidos, comentadores e jornalistas”.

O líder interino da Renamo garantiu, contudo, que há avanços da integração da força residual da Renamo nos serviços secretos moçambicanos.

A imprensa moçambicana noticiou em Agosto a pretensão daquele partido na oposição de prescindir da integração dos seus homens no SISE, no âmbito das negociações sobre a paz.

Em Julho o SISE recusou a partilha do órgão com a Renamo, criando uma sombra nas negociações entre o partido e o Governo.

“Gostaríamos que todos os assuntos assumidos na mesa, entre o presidente (Afonso) Dhlakama e o Presidente (Filipe) Nyusi, fossem implementados”, reafirmou Ossufo Momade, para quem a implementação do memorando com o Governo está em curso, dando como exemplo a promoção e patenteamento dos primeiros oficiais nas Forças de Defesa de Moçambique (FADM).

“Cremos que dentro de dias (os promovidos) serão colocados nos lugares prometidos”, frisou.

Um acordo entre o Governo e a Renamo deverá permitir o processo de implementação do enquadramento das forças da Renamo que estão nas FADM, integração das forcas residuais na Policia da Republica de Moçambique (PRM), nas suas várias unidades e nos serviços secretos, além da Lei Eleitoral, ora beliscada por afastamentos de cabeças de lista do partido para as eleições autárquicas de 10 de Outubro.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG