Links de Acesso

Oposição angolana diz que PR não foi "sincero" ao afirmar que país lida melhor com diferenças


João Lourenço à chegada ao Namibe (Foto de Arquivo)

A oposição angolana considera que o Presidente da República foi politicamente correcto ao dizer que o país está a liderar melhor com as diferenças entre os diversos actores, mas que não foi sincero.

Esta reacção surge às afirmações de João Lourenço na abertura da Bienal de Luanda, no sábado, 27.

Oposição angolana diz que Presidente não foi "sincero" ao afirmar que país lida melhor com as diferenças - 2:30
please wait

No media source currently available

0:00 0:01:35 0:00

Na altura, o Chefe de Estado afirmou que o país está a "aprender a lidar cada vez melhor com as diferenças" de um contexto democrático que está em constante evolução.

Lourenço disse esperar que o evento tenha um impacto "benéfico e duradouro".

“Definimos uma linha de conduta interna em que impusemos, a nós próprios, a cultura da paz e da tolerância a todos os níveis da sociedade angolana, para que fique definitivamente afastado da nossa realidade o espectro da guerra”, referiu.

Entretanto, a UNITA, o maior partido da oposição, considera que o Presidente foi apenas politicamente correcto.

"Ele diz que está a aprender a lidar com as diferenças quando não aceita críticas, o Presidente ao dizer aquilo quis ser apenas politicamente correcto, não gosta de ouvir verdades sobre a sua desgovernação, irrita-se com facilidade e rapidez com a crítica, ele não é um democrata convicto porque a democracia lhe foi imposta", afirma a vice-presidente do grupo parlamentar da UNITA, Mihaela Webba

Por seu lado, o líder interino do grupo parlamentar da CASA-CE Makuta Nkondo, que esteve presente na Bienal e ouviu na primeira pessoa, diz não acreditar no que disse João Lourenço.

"Se ele fosse lidar bem com a diferença democrática o projecto de Abel Chivukuvuku teria sido aceite pelo TC, se o país estivesse a aprender a lidar melhor com as diferenças ele não mandaria perseguir ACJ e a UNITA, não escolheria o adversário, para mim tudo que ele disse ali é uma mentira", acusa aquele parlamentar.

A VOA tentou falar com representantes do MPLA, no poder, mas sem sucesso.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG