Links de Acesso

"Operação Turquesa" de tráfico humano desarticulada em vários países


Operação foi coordenada no Brasil

Uma operação da Interpol com a participação das polícias de 32 países libertou mais de 100 vítimas de tráfico humano em vários países, entre 27 de novembro e 4 de dezembro, revelaram agora as autoridades brasileiras, que coordenaram a Operação Turquesa.

No Brasil, 17 pessoas foram presas durante a operação, 10 delas no Estado de Minas Gerais, onde a Polícia Federal desarticulou quatro núcleos.

Os criminosos cobravam até 20 mil dólares pra enviar imigrantes de maneira ilegal para os Estados Unidos.

O Brasil está no mapa internacional do tráfico humano, como origeme também como destino das vítimas.

Os que deixam o Brasil, saem em geral pelos aeroportos de Guarulhos, em São Paulo, e do Galeão, no Rio.

As vítimas são pessoas atraídas por promessas de um emprego dos seus sonhos ou de um relacionamento amoroso, que depois caiem nas redes de exploração sexual na Europa.

No Brasil, entre os mais explorados estão bolivianos e paraguaios, que cruzam a fronteira por Acre ou pelo Mato Grosso do Sul e são levados de autocarro até São Paulo, onde trabalham em condições semelhantes à escravidão.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG