Links de Acesso

Onda xenófoba na África do Sul tem reacções em vários países


Presidente sul-africano Cyril Ramaphosa pressionado por medidas

O Governo sul-africano decidiu nesta quinta-feira, 5, "encerrar temporariamente" as suas missões diplomáticas na Nigéria na sequência de ameaças aos negócios de empresas sul-africanas, em represália pela violência xenófoba na África do Sul, anunciou hoje o porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros, Lunga Ngqengelele.

Também hoje, o ministro da Informação da Nigéria, Lai Mohammed, anunciou que o seu Governo vai chamar para consultas os seus principais diplomatas em Pretória, depois de ontem um enviado especial se ter deslocado à Africa do Sul para se encontrar com o Presidente Cyril Ramaphosa.

A onda de ataques xenófobos contra estrangeiros na África do Sul tem provocado reacções em vários países africanos.

Hoje, manifestantes na cidade de Lubumbashi, na República Democrática do Congo, atacaram o consulado sul-africano e vários negócios de empresários da África do Sul.

Na Tanzânia, o ministro da Comunicação anunciou que a companhia aérea de bandeira, a Air Tanzania, suspendeu os voos para a África do Sul.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG