Links de Acesso

Oleg Sentsov é prémio Sakharov 2018


Oleg Sentsov cumpre pena de 20 anos de prisão

Cineasta ucraniano, preso na Rússia, é opositor à anexação da Crimeia por Moscovo

O Parlamento Europeu concedeu ao cineasta ucraniano Oleg Sentsov o prémio Sakharov de direitos humanos, pela sua coragem e determinação na posição à "anexação ilegal da península Crimeia pela Rússia".

Sentsov cumpre uma pena de 20 anos de prisão na Rússia, alegadamente por planear actos de terrorismo, o que ele nega.

Oleg Sentsov, de 42 anos, é um dos mais fortes opositores à anexação da Rússia da região da Crimeia, que até 2014 pertenceu à Ucrânia.

O cineasta fez uma greve de fome por 144 dias para protestar contra a prisão de dezenas de ucranianos na Rússia, mas, após a ameaça de ser alimentado à força, ele suspendeu a greve.

Numa primeira reacção à notícia, nesta quinta-feira, 25, a porta-voz da Comissão Europeia, Mina Andreeva, destacou “a coragem e determinação impressionantes durante o seu encarceramento e greve de fome para se opor à anexação ilegal da península Crimeia pela Rússia.

Andreeva recordou que a condenação do cineasta ucraniano desrespeitou as leis internacionais.

A cerimónia de entrega do Prémio Sakharov, com o valor monetário de 50 mil euros, realiza-se a 12 de Dezembro, em Estrasburgo.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG