Links de Acesso

COVID:19: Oito profissionais da comunicação social angolanos infetados disparam alerta


Teixeira Candido, secretário-geral do Sindicato de Jornalistas Angolanos

Oito profissionais da comunicação social em Angola foram diagnosticados com o coronavírus, fato que levou o Sindicato dos Jornalistas Angolanos (SJA) a pedir às empresas para melhorarem as condições de biossegurança para os profissionais.

O secretário-geral do SJA, Teixeira Cândido, lembra que, devido à natureza da sua profissão que requer constantes contatos com pessoas de todos os quadrantes, os profissionais são “uma das classes mais expostas” ao vírus.

Entretanto o jornalista Herculano Curado também afirma que o risco de contaminação é muito elevado.

"Havendo casos positivos entre profissionais da comunicação social, isso deixa-nos preocupados, e é importante que as empresas coloquem as condições de biossegurança”, acrescentou Cândido, para quem sem condições os jornalistas não devem aceitar colocar a vida em risco.

“Não vale a pena aceitar colocar a vida em risco sem as condições de proteção criadas, acho que de quando em vez deve-se fazer a desinfecção das viaturas e isso vejo apenas na TV Zimbo”, concluiu o sindicalista.

Programa Especial - COVID-19: Caminhos Futuros
please wait

No media source currently available

0:00 1:00:03 0:00

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG