Links de Acesso

Nova era exige melhores condições para o jornalismo, dizem profissionais angolanos


Jornalistas angolanos reconhecem estar a viver uma nova era no país, mas, por isso, defendem melhores conhecimentos para mais investigações.

Esta conclusão decorre de um debate realizado durante um seminário sobre jornalismo investigativo na era digital organizado em Luanda pela Embaixada dos Estados Unidos.

Augusto Tavares, jornalista da TV-Zimbo, considerou que, do ponto de vista prático, os jornalistas angolanos “muitas vezes deixam escapar detalhes nas investigações”, mas debates e seminários como aquele que decorre desde ontem “ajudam a melhor o trabalho”.

Manuel Esperança, jornalista da Rádio Nacional de Angola, disse que a nova dinámica do país com a liderança de João Lourenço obriga os profissionais angolanos a “um melhor dinamismo”.

Por seu lado, Teixeira Cândido, secretário geral do Sindicato dos Jornalistas Angolanos,afirma que enquanto organização que defende a classe jornalística “vai continuar a formar”.

Durante quatro dias, profissionais de diversas províncias angolanas que participaram no seminário organizado pela Embaixada dos Estados Unidos em Luanda abordaram temas como técnicas avançadas de reportagem,como desenvolver e cultivar as fontes, quadro legal global e de Angola, as restrições sobre o jornalismo digital, jornalismo investigativo e empresarial, sustentabilidade da mídia digital e notícias falsas, entre muitos outros.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG