Links de Acesso

Nigéria: Um dos sequestradores de estudantes é condenado a 15 anos de prisão


Algumas das raparidas de Chibok libertas.

Yahaya disse ter tido uma relação com uma das raparigas sequestradas, que teria implorado para ser libertada...

Um tribunal nigeriano condenou Haruna Yahaya, um dos jihadistas do grupo nigeriano Boko Haram, a 15 anos de prisão, por ter participado, em 2014, no sequestro de mais de 200 jovens estudantes do ensino médio em Chibok, no nordeste daquele país.

A AFP, citando Salihu Isah, porta-voz do ministério da Justiça nigeriano, reporta que as audiências iniciaram, na segunda-feira, 12, em Kainji.

Isah disse que Yahaya, de 35 anos e deficiente físico - com um braço paralisado e uma perna deformada - se declarou culpado, mas pediu clemência dos jurados por ter sido "forçado a integrar" o grupo armado e portar um AK47.

Na audiência, Yahaya disse ter tido uma relação com uma das raparigas sequestradas, que teria implorado para ser libertada, mas ele a assegurou que não poderia fazer nada, uma vez que ele mesmo fora "forçado" a lutar junto aos insurgentes.

Mesmo assim, o tribunal de Kainji, que reconhece que Yahaya pode ter sido forçado a se juntar aos jihadistas, considerou que o réu "tinha a opção de não participar das actividades do Boko Haram" e o condenou a uma pesada pena de prisão.

Os outros membros do grupo jihadista julgados nesta segunda-feira foram tiveram penas de três a cinco anos.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG