Links de Acesso

Namibe: Cidadão morto numa cela policial pode ter sido assassinado por alguém de fora


Tanto Mutyito - Morto na esquadra da polícia

As autoridades no Namibe estão agora a investigar a possibilidade da morte de Manuel Tanto Mutyito na cela de uma esquadra do Bentiaba no Namibe ter sido causada por alguém que não pertence à policia, disse o sub Procurador Geral da Republica Pedro Fonseca.

Dois agentes da polícia foram detidos depois de Muyito ter sido encontrado morte menos de um dia depois do seu pai o ter levado à esquadra.

Muyito estava a ser acusado de ter roubado um telefone e sementes de tomate e o seu pai decidiu leva-lo à policia temendo um linchamento de populares e para permitir uma investigação da polícia.

O corpo de Muyto mostra sinais de espancamento e a as paredes da cela estavam manchadas de sangue.

Angola Namibe caixão com corpo de Tanto Mutyito
Angola Namibe caixão com corpo de Tanto Mutyito

Uma autópsia exigida pelos familiares confirmou a morte por espancamento.

O Subprocurador Geral da Republica disse que os presumíveis agentes da corporação envolvidos já foram ouvidos e encontram-se detidos sob prisão preventiva enquanto que o trabalho investigativo continua para se apurar se há ou não mais indivíduos envolvidos no assassinato da vitima de 28 anos de idade.

“Estamos a trabalhar de forma a apurar se efectivamente houve uma outra pessoa que apareceu na unidade e matou o cidadão ou então um deles ( dos polícias) ali em serviço teria cometido esse crime”, disse.

Pedro Fonseca recusou-se a dar pormenores do interrogatorio dos agentes detidos afirmando estarem “em segredo de justiça”.

“Não podemos aqui adiantar o que foi ou não dito, mas posso confirmar que foram interrogados”, disse

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG