Links de Acesso

Namibe: Autoridades apelam ao combate à prostituição infantil


Foto de arquivo

Polícia diz ter dificuldades em desmontar as redes de prostituição devido ao secretismo da actividade

As autoridades na província angolana do Namibe apelaram ao apoio da sociedade na cruzada contra prostituição infantil e revelaram que dois homens foram presos por aliciamento de menores.

Apelo para se combater prostituição infantil – 2:52
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:51 0:00

A polícia disse saber onde se desenrola a prostituição de menores na cidade do Namibe, mas que tem dificuldades em desmantelar o negócio devido ao secretismo que envolveessa actividade.

Celcia Lemba Lopes, directora da Acção Social, Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria, no Município do Namibe, disse que a instituição tem sob seu cuidado 24 menores com idades compreendidas entre 10 e os 17 anos, envolvidas na prática da prostituição infantil.

"Se a sociedade não apoiar, naturalmente não obteremos resultados", disse.

O comandante municipal da Polícia Nacional do Namibe, superintendente-chefe Carlos de Oliveira “Santinho”, esclarece que a coporação já tem o levantamento dos principais locais de aliciamento às meninas por adultos.

Ele sublinha que as crianças envolvidas nestas práticas ilícitas fazem a sua actividade sigilosamente, mas realça que já há dois indivíduos detidos em flagrante delito e entregues ao Ministério Público.

"Não tem sido fácil determinar os adultos que são os promotores ou incentivadores do fenómeno", acrescentou.

Uma menor envolvida na prostituição disse à rádio local que está envolvida na prostituição com o consentimento dos progenitores por razões económicas

“Antónia Kiala” tem agora 17 anos de idade e diz que começou a actividade aos 13 anos por ter sido expulsa de casa pelo padrasto.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG