Links de Acesso

Número de mortos devido a tragédia em Minas Gerais aumenta para 10


Bombeiras procuram por sobreviventes no Lago de Furnas, Capitolio, Minas Gerais, Brasil

A polícia adverte que número de vítimas pode aumentar, mas por agora desconhece-se a causa do acidente

Aumentou para 10 o número de mortos devido ao desabamento de pedras no Lago de Furnas, na região de Capitólio, no Estado brasileiro de Minas Gerais.

A informação foi confirmada neste domingo, 9, pela Polícia Civil, cujo delegado Marcos Pimento, indicou que todas estavam na mesma lancha que tinha o nome de "Jesus".

O acidente mortal aconteceu pouco depois do meio dia sábado, 8, quando parte da rocha caiu sobre as lanchas presentes no local.

As vítimas estavam hospedadas num rancho em São José da Barra e eram familiares e amigos uns dos outros.

O dono da pousada era proprietário da lancha e também parente das vítimas.

O delegado Marcos Pimenta disse haver a possibilidade de algumas pessoas estarem ainda.

Pelo menos 32 pessoas ficaram feridas e a maioria já recebeu alta dos hospitais na noite de sábado.

Ainda não se sabe o que provocou o acidente.

Além da Polícia Civil, a Marinha informou que um inquérito será instaurado para apurar as causas do deslizamento de pedras.

A Lagoa de Furnas, criada em 1958 para a instalação de uma hidroeléctrica, e é uma atração turística popular a cerca de 420 quilómetros o norte de São Paulo.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG